segunda-feira, 27 de julho de 2009

Sábado recebemos o carro novo, e fomos as compras. Acho que nem cheguei a comentar aqui que o Bráulio comprou um carro, não é?
Enfim, pois é.
A minha pessoa linda (é, toda grávida é linda), loira (é, ainda resta algo nas pontas), alta (num vou é começar a encolher, não é mesmo?) e magra e gestante foi a farra. Mentira, tava mesmo precisando de roupas novas que servissem nesse meu corpinho redondo de 71kg muito bem distribuídos. Novas aquisições feitas, go shopping!




O bom de bater perna com minha sogra é que você não sai de lá com no mínimo algumas sacolas, e eis que Theo ganhou de presente:





As bolsas, gente. As mais bolsas lindas que eu já vi. Elas são de um ótimo material, bem espaçosa e eu ameeeei. Gente, a idéia era comprar o carrinho, mas na loja que vimos com um preço já estava fechada quando fomos. E em outras duas que pesquisamos a diferença de preço era de bem mais que cem dinheirinhos. Carrinho vai ficar pro próximo sábado. Daí que fomos pesquisar as bolsas, vi essa amei e já estava colocando-a no meu orçamento do mês de agosto quando minha sogra fala: Embala para presente! Meu olho brilhou...


Cheguei em casa exausta e com muitas dores nas pernas, mas valeu a pena. O Theo nem tem noção ainda do quanto ele é querido e especial na vida de muitas pessoas. E quando cheguei em casa, meu olho voltou a brilhar! :D


Um pacotão enorme em cima da cama, não tive nem dúvida. Era o novo integrante da família Brito Carvalho! O Dr. Carneirinho, presente lindo da Tia Dany Morais ganho no sorteio do blog. Daí, né. Nunca ganhei nem um alfinete sem cabeça e filhote ainda nem estreou e já é sortudão.


Muita coisa boa em um dia só! :D
Então, para fechar o dia com chave de ouro, resolvi arrastar meu sari pelas pedras do mercado. O Bráulio é guitarrista de uma banda, mas desde que engravidei, não saímos para os locais que costumavámos sair. Basicamente, shows de rock de bandas locais de amigos dele. Daí, né. Me arrumei, e aguentei firme até 1h da manhã assistindo as bandas. Cansaço bateu, voltamos para casa. Mas foi uma delícia rever tanta gente. Foi ótimo sair de novo.
Maaas, não é algo que dê pra fazer com muita fequência.


Rá, as pernas inviabilizam!