segunda-feira, 13 de julho de 2009


O “Eu te amo” que eu declaro a Ele, é diferente do “Eu te amo” que declaro a Você. Pra você eu declaro que você é mesmo o homem que eu quero que toque meu corpo sem pudores, o homem que eu quero que me beije e desvende as curvas do meu desejo. Você é o homem que eu quero descansar a minha preguiça e a vontade de estar sentindo o teu peito colado ao meu rosto. Você é o homem que eu quero ao meu lado para criar nosso filho, pois sei que ele terá o melhor exemplo de um homem de verdade. Índole, respeito, força, coragem, confiança.
Você é o homem que ocupa os espaços que achei que nem existissem dentro de mim. Completa algo que excede o limite. É o meu bom senso, a minha responsabilidade. O meu coração e a minha cabeça. Você é aquela paz de quem sentiu a tormenta. Você é meu tudo, meu mundo. Você é o meu Eu.