quarta-feira, 27 de outubro de 2010


É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais
(...)
E o que sinto não sei dizer...
Vai com os anjos
Vai em paz
(...)
Não é sempre, mas eu sei
Que você está bem agora
Só que neste mundo
O verão acabou.

Cedo demais!

(Love in the Afternoon - Renato Russo)

Essa é a singela homenagem que minha família e eu prestamos a querida Aline.
Não quero me prolongar mais sobre o assunto, mas deixo aqui minha sincera dor.



Aniversário do Theo

Em uma palavra? Perfeito.
Bem mais que eu esperava, não tão lindo quanto ele merece.
Consegui quebrar o paradigma da Família Brito em que toda a organização da festa só termina quando os convidados começam a chegar. Às 17hs, o bolo já estava sobre a linda mesa auxiliar da mesa temática, os balões já enfeitavam a casa, as mesas já estava distribuídas e a comida pronta para ser servida. Nos arrumamos com toda a calma para recebermos nossos amigos que estariam ali em alguns minutos para comemorar conosco o melhor ano de nossas vidas. Um ano do nosso Pedacinho de Céu...
Theo foi só simpatia durante toda a festa. Papai com certeza foi indispensável na realização dessa festa linda, e a mamãe não parou um só momento, tanto que nos 45 minutos do primeiro tempo, trocou seu lindo peep toe preto por uma rasteirinha super confortável. Foi cansativo, mas foi recompensador! Sentíamos que o Theo sabia que aquilo tudo era por ele e pra ele. Ele ganhou muitos presentes, e presentes maravilhosos!
Ainda não recebi a fotos da fotografa profissional, mas deixo aqui algumas que tirei durante a organização.

No colo do papai só coordenando!

 Mesa temática pronta! Ganha um real quem achar o papai.
Sabe como é, né, testando a cama elástica!


Velinha no bolo que estava LINDO!

Ó o look e desenvoltura do rapaz! rs


O Antigo Emprego

Lembram que eu estava aguardando a resposta sobre o acordo? Pois é, a resposta foi: NOT. Isso mesmo, depois de anos de serviços prestados, zero de consideração. Aí que na quinta quando soube da resposta, decidi não mais ir trabalhar os últimos dois dias de aviso prévio.
Ah, durante a semana treinei uma criatura pra ficar no meu lugar, fiz milhões de apostilas, de anotações, passei horas e horas sentada com ela ensinando tudo, pra na quinta ela desistir. 
Enfim, voltando. Fiquei magoada e não fui mais nem na sexta e nem no sábado, preferi me dedicar inteiramente a festa do meu filhote. Na segunda feira fui lá pela manhã assinar a recisão e pegar minhas coisas. O chefe ainda teve o despropósito de vir com uma conversinha sobre consideração, que queria que eu ficasse mais uma semana, que isso e aquilo. E eu, logicamente, não aguentei. Desengasguei quase 3 anos de mágoa. Joguei na cara que já carreguei aquela clínica nas costas milhões de vezes sozinha, que já abri e fechei as portas da empresa DELE mais vezes do que ele próprio, que já assumi responsabilidades que nem cabiam a mim, que já abri mão de ficar com meu filho inúmeras vezes para fazer horas extras, e falei muito mais. Saí de lá chorando, mas em paz comigo. Pela tarde ele me liga pra que eu volte a clínica e eu, muito orgulhosa, disse que não poderia (err... eu realmente não poderia, assunto pro próximo tópico da postagem), ok, então ele fala ali por telefone mesmo que, pasmém, ele voltou atrás e vai fazer o acordo. Claaaaro que eu respondi friamente um "obrigada", mas ao desligar o telefone agradeci demais a Deus por ter tocado o rim daquela pessoa sem coração. Tô rica :D



O Novo Emprego

Lembram que eu disse que começava no dia 1º de novembro? Então, minha nova chefinha me ligou na quarta, dia 20, pedindo que eu fosse na clínica (saí de uma pra outra ;P) na quinta pra conversar com ela. Vejam só, alguém tirou meu nome da boca de um sapo e os nós estão todos se desatando! Fui promovida antes mesmo de começar, RÁ! Logicamente que o trabalho, a responsabilidade e tudo mais aumentou, mas o salário acompanhou o aumento. :D Ela pediu início imediato e comecei já na segunda. Estou adorando, uma nova vida profissional começando, empolgação ao máximo, pessoas pra gerenciar, idéias pra pôr em prática. Me orgulho de ter pouca idade e já tanta experiência profissional, e o melhor de tudo é ser reconhecida, com certeza. Estou organizando a clínica, pois a antiga administração tinha uma forma peculiar de (des)organizar as coisas, vou ter muito trabalho, eu sei, pois os funcionários de lá têm alguns vícios que eu vou ter de tirar, mas nada que abale minha perseverança. Tenho acessado pouco o blog, twitter e orkut esses dias por esse motivo, preciso aprender sobre a empresa até o dia 5 de novembro, que é quando a funcionária irá sair. Até lá, tenham um pouquinho de paciência que já voltamos a nossa programação normal. ;)