sexta-feira, 9 de janeiro de 2009



Oi Pai.
Como eu posso começar? Como eu posso te dizer? Quais são as palavras certas?
Você diz que eu sempre fui uma menina de muitas perguntas e você, como o bom herói da minha vida que é, sempre respondeu a todas elas. Hoje você completa 51 anos. Eu te conheço há quase 21. Tempo, hein pai?! E mesmo com esse tempo todo eu ainda te acho o melhor dos melhores heróis humanos que existe. Mesmo com todos os erros, dores, lágrimas, você pra mim sempre foi o melhor. Sempre. Eu poderia juntar como numa colchinha de retalhos pedacinhos de músicas que poderiam traduzir o que eu tento lhe dizer hoje. Algo como: "Eu tenho tanta pra te falar, mas com palavras não sei dizer como é grande o meu amor por você..." ou ainda "Pai, você foi meu herói, meu bandido. Hoje mais, muito mais que um amigo..."
Poderia também contar algumas lembranças que eu tenho de você, que só de menciona-lás já seria notório a devoção que eu tenho a ti.
Eu não sei o que te dizer, mas você sabe que eu te amo, que eu te adoro, e que você pra sempre será o homem da minha vida.
Feliz Aniversário, Meu Vascaíno Preferido.