terça-feira, 27 de janeiro de 2009

bel diz:.
aiii, que dor
bel diz:
e aí, trincou o osso?
aham, Deni. diz:
aham
aham, Deni. diz:
tá no gesso
bel diz:
deni do céu, tá precisando te enrolar no plastico bolha haieuheuihaiuahae
aham, Deni. diz:
HAHAHAHA
aham, Deni. diz:
não dá idéia



o caso é o seguinte. ontem, acordei serelepe como sempre na expectativa de mais uma semana inteirinha [/sarcasmo] de trabalho. daí que desci do carro para comprar meu café da manhã e empurrei a porta com força. o pensamento rápido: segurar a porta para que o Bráulio não brigasse comigo. mas a mão não foi tão rápida e aí eu vi estrelinhas. a porradaporta fechou com meu dedo polegar esquerdo foi dicumforça. o dedo inchou, alternou entre vermelho, verde, roxo e preto. foi aí que decidi ir ao médico. quebrou. dez dias com esse gessoporcaria na mão. incomoda, e dói, e incha, e incomoda mais. e eu trabalhando. é tipo, chupar cana e assobiar. e a porradessetelefone não pára de tocar, inferno!
estresse.




por isso, a bel tem toda a razão;