sexta-feira, 21 de novembro de 2008

 


Agora me diz: Medo de mim, por que? Sou eu é quem deveria o ter. Eu me conheço desde que nasci, e definitavemente eu não me recomendo. Eu sei quando o passo é maior que minhas longas pernas. Eu sei ler entrelinhas. Eu sei quando a música é só minha. Eu sei me perder e me encontrar em um olhar. Eu sei, ninguém me ensinou, nem nasci sabendo. Eu sei quando quero e o que quero, não que eu não tenha dúvidas, mas eu sei atenua-las. Eu sei quando o envolvimento pode me prejudicar, mas também sei mensurar se vale a pena. O que eu ainda não sei é o quê te dizer para te fazer entender que o quê eu quero de você é o mesmo que você quer de mim. Mais.