quarta-feira, 26 de agosto de 2009


Trinta e uma semanas, e contando. Eu já tive medo dessa contagem, me acho boba quando lembro, pois parece que eu sempre estive preparada para te receber. Aliás, tudo está preparado. Como em um grande quebra-cabeça que eu sei onde pôr todas as peças, mas que ainda não comecei a organizar. A tinta do seu quarto, o seu berço, sua cômoda cheia de roupinhas, o guarda roupas também lotado, as suas fraldas que sua vovó está terminando de costurar, as descartáveis que exalam um cheirinho gostoso de ansiedade, seus utensílios, seu carrinho, seu abajur, as suas lembrancinhas que todos os dias mesmo cansada de um longo dia de trabalho eu me empenho para fazer, tudo seu, você merece o melhor.
A ansiedade já toma conta de mim. Quero vê tudo no lugar, só esperando por você, meu pedacinho de céu, chegar.